domingo, 1 de maio de 2011

Bíblia, Tradição e Magistério




A Bíblia, Tradição e Magistério

    
Bíblia: É a palavra de Deus escrita que chegou até nós pela Igreja.
Tradição: é a palavra de Deus não escrita mas transmitida de viva voz e conservada pela Igreja em seus ensinamentos, na liturgia e na disciplina.
São Paulo escreveu a comunidade de Tessalonicenses: “Irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa” (2Ts 2,15).
Palavras: Tradição
Cartas: Bíblia

Grande questão entre, católicos e protestantes
Protestantes: A Doutrina e o ensinamento de Jesus estão somente na Bíblia.
Católicos: A Doutrina e o ensinamento de Jesus estão na Bíblia, na tradição e no Magistério.
O ensinamento de Jesus não está apenas na Bíblia, mas também na tradição, isto é, no ensino oral da palavra de Deus.
Jesus não mandou que os Apóstolos escrevessem a Bíblia. Só mandou que pregassem e ensinassem a sua palavra: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16,15); “Quem a vós ouve, a mim ouve” (Lc 10,16).
Na Bíblia há muitos trechos em que se demonstra claramente que a tradição tem o mesmo valor da Bíblia.
“Toma por modelo os ensinamentos salutares que recebeste de mim... guarda o precioso depósito, pela virtude do Espírito Santo” (2Tm 1,13-14).
“O que de mim ouviste em presença de muitas testemunhas, confia-o a homens fieis que, por suas vez, sejam capazes de instruir a outros” (2Tm 2,2).
“Eviteis a convivência de todos irmão que leve vida ociosa e contraria á tradição que de nós tendes recebido” (2Ts 3,6).
Os protestantes dizem que o ensinamento de Jesus está todo na Bíblia, Está errado de fato.
“Fez Jesus, na presença dos seus Discípulos, ainda muitos outros milagres que não estão escritos neste livro” (Jo 20,30).
“Jesus fez ainda muitas outras coisas se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever” (Jo 21,25).
O Catecismo da Igreja Católica no parágrafo 83 diz: “A tradição da qual aqui falamos é a que vem dos Apóstolos e transmite o que estes receberam de ensinamento e do exemplo de Jesus e o que receberam por meio do Espírito Santo, com efeito, a primeira geração de Cristãos ainda não dispunha de um Novo Testamento escrito, e o próprio NovoTestamento atesta o processo da Tradição Viva”.


O Magistério da Igreja

O Catecismo da Igreja Católica nos orienta no Parágrafo 85 assim: “O oficio de interpretar autenticamente a palavra de Deus escrita ou transmitida foi confiado unicamente ao Magistério vivo da Igreja, cuja autoridade se exerce em nome de Jesus Cristo”. Isto “é, foi confiado aos Bispos em comunhão com o sucessor de Pedro, o Bispo de Roma”.
Jesus disse aos Apóstolos: “Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28,20).
“Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita” (Lc 10,16).
O Magistério da Igreja é um gruía segundo na leitura e interpretação da escritura: “Sabei que nenhuma profecia da escritura é de interpretação pessoal” (2 Pd 1,20).
Jesus disse que mandaria o Espírito Santo sobre a igreja para ensinar toda a verdade (Jo 14,17.26; 16,13).
A Bíblia tem muitas passagens difíceis de interpretar (2Pd 3,16; At 8,27-35) e a Igreja auxiliada pelo Espírito Santo e que nos da a interpretação.
O Catecismo da Igreja Católica no parágrafo 86 nos diz: “Todavia, tal Magistério não está acima da palavra de Deus mas a serviços dela”.
Vou citar algumas Doutrinas que a tradição nos ensinou:
a) Consagramos o Domingo como Dies Domini, ou seja Dia do Senhor, por causa da Ressurreição de Jesus.
b) Os 72 Livros da Bíblia.
c) A Trindade
d) A oração do Credo que ensina 12 pontos Doutrinais importantes e indispensáveis, pregado pelos Apóstolos.

Postado por Ir.Trovão

Um comentário:

  1. Parabéns irmão! Simples , mas profundo!
    Manoel Baía, Ofs

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário.
favor assinar nome e email
Salve Maria